SOBRE NÓS

A Brasiliense iniciou suas atividades em abril/1978 como despachante aduaneiro. Com uma localização estratégica, um serviço ágil e de altíssima qualidade, esta empresa 100% brasileira cresceu e vem crescendo muito nos últimos anos. Atualmente o Grupo Brasiliense emprega mais de 600 colaboradores diretos e indiretos capacitados para atuar com competência e eficiência em todas as áreas que compõem os processos de importação e exportação. Estes colaboradores estão divididos entre a Matriz em Campinas, e suas filiais em Santos, Guarulhos, Viracopos, Rio de Janeiro e Curitiba. Com uma história de quase 40 anos de atuação na área de comércio exterior, o Grupo Brasiliense é bastante sólido, tem muita tradição e amplo relacionamento em todas as suas áreas e locais de atuação. É uma empresa dirigida a superar as expectativas através de soluções de elevado nível de qualidade e da busca da excelência dos serviços prestados.

brcd_Predio1

CONHEÇA NOSSO TIME

Com uma história de quase 40 anos de atuação na área de comércio exterior, o Grupo Brasiliense  atua em toda a cadeia logística, incluindo o desembaraço aduaneiro, agenciamento de frete internacional, transporte rodoviário, armazenagem, distribuição, consultoria e muitos outros serviços relativos ao Comércio Exterior.

arrows
team1

LOGÍSTICA INTERNACIONAL

 BRASILIENSE COMISSÁRIA 

team2

ASSESSORIA ADUANEIRA

 BRASILIENSE COMISSÁRIA 

team3

SOFTWAREHOUSE

 BRASILIENSE SISTEMAS 

team4

TRANSPORTE & LOGÍSTICA

 BRASILIENSE CARGO 

NOSSA ESTRUTURA!

Atualmente o Grupo Brasiliense emprega mais de 600 colaboradores diretos e indiretos capacitados para atuar com competência e eficiência em todas as áreas que compõem os processos de importação e exportação. Estes colaboradores estão divididos entre a Matriz em Campinas, e suas filiais em Santos, Guarulhos, Viracopos, Rio de Janeiro e Curitiba.

Sede em Campinas, estado de São Paulo, com área de 50.000 m2 ao lado do Aeroporto de Viracopos, contando com 2.500 m2 de escritórios e armazém de 5.000 m2 com capacidade para mais de 5.000 posições de paletes.

SOBRE O TRANSPORTE

Frota própria com mais de 150 veículos, todos rastreados e personalizados. Além dos veículos tipo baú, sider, carretas e bugs,  contamos com veículos refrigerados e isolados termicamente, veículos com suspensão a ar, plataformas hidráulicas e outros diferenciais.
A Brasiliense Cargo conta com diversas licenças para transportes especiais e controlados.

QUER SER PARTE DE NOSSO TIME? ENVIE SEU CURRÍCULO AGORA!
TRABALHE CONOSCO
expressoes

NOSSOS SERVIÇOS

Possuímos atendimento a nível nacional, com maior volume concentrado no eixo São Paulo Capital, Interior, Curitiba e Rio de Janeiro, com escritórios próprios nas principais Alfândegas destas localidades.

Além desses locais, a Brasiliense Comissária atua também em Brasília/DF, e em todas as fronteiras brasileiras, onde disponibiliza aos seus clientes um serviço completo, reduzindo os prazos de desembaraço e minimizando os custos operacionais.

LOGISTICA INTERNACIONAL

Door to Door, Embarques diretos e consolidados, Courrier, Charter, Break Bulk, Gerenciamento de Cadeia Logística e demais serviços relativos a Logística Internacional.

ASSESSORIA ADUANEIRA

Assessoria em Importação e Exportação, Desembaraço Aduaneiro, elaboração de LI, DI, Entreposto, RECOF, Linha Azul, Admissões e demais regimes aduaneiros.

SOFTWAREHOUSE

Desenvolvimento de Sistemas, WebServices, Integrações, WMS, Rastreamento, Gerenciamento e Controle de Processos Adm-Fiscais, Desenvolvimento de APPs e outras Ferramentas de Produtividade.

TRANSPORTE & LOGÍSTICA

Transporte Rodoviário, Frota Própria, Estufagem de Container, Transito Aduaneiro (DTA), Distribuição, Armazenagem em Armazém próprio, Manuseio e Troca de Embalagens e outros.

BLOG BRASILIENSE POSTAGENS RECENTES

rssBLOGazul

DUMPING – TUBO DE COSTURA, BATATAS CONGELADAS, CORPOS MOEDORES E ACIDO CITRICO

DOU de 27/10/2017

LEGISLAÇÃO:  Circular SECEX nº 55, de 26/10/2017.

Prorroga, por até oito meses, a partir de 24/02/2018, o prazo para conclusão da investigação de prática de dumping, de dano à indústria doméstica e de relação causal entre esses, nas exportações para o Brasil de tubos com costura, de aço inoxidável austenítico, comumente classificados nos itens 7306.40.00 e 7306.90.20 da NCM, originárias da Malásia, da Tailândia e do Vietnã, iniciada por intermédio da Circular SECEX nº 21/2017. (Seç.1, pág. 78)

DOU de 31/10/2017

LEGISLAÇÃO:  Circular SECEX nº 56, de 30/10/2017.

Torna público que, de acordo com o disposto no tópico D do item 22 do Anexo I da Resolução CAMEX nº 6/2017, que homologou o compromisso de preços para amparar as importações brasileiras de batatas congeladas, comumente classificadas no código 2004.10.00 da NCM, quando originárias da Bélgica, fabricadas pela empresa Lutosa S.A., os preços a serem praticados pela Lutosa S.A. deveriam ser reajustados anualmente, com base na variação do HICP (Harmonized Index of Consumer Prices) da Europa e no preço futuro da batata in natura, publicado pelo sítio eletrônico do European Energy Exchange (EEX´s). (Seç.1, pág. 46)

 

LEGISLAÇÃO:  Circular SECEX nº 57, de 30/10/2017.

Torna público que, de acordo com o disposto no tópico D do item 22 do Anexo I da Resolução CAMEX nº 6/2017, que homologou o compromisso de preços para amparar as importações brasileiras de batatas congeladas, comumente classificadas no código 2004.10.00 da NCM, quando originárias dos Países Baixos, fabricadas pela empresa Farm Frites BV, os preços a serem praticados pela Farm Frites BV deveriam ser reajustados anualmente, com base na variação do HICP (Harmonized Index of Consumer Prices) da Europa e no preço futuro da batata in natura, publicado pelo sítio eletrônico do European Energy Exchange (EEX´s). (Seç.1, pág. 46)

 LEGISLAÇÃO:   Circular SECEX nº 58, de 30/10/2017.

Torna público que, de acordo com o disposto no tópico D do item 22 do Anexo I da Resolução CAMEX nº 6/2017, que homologou o compromisso de preços para amparar as importações brasileiras de batatas congeladas, comumente classificadas no código 2004.10.00 da NCM, quando originárias da Bélgica, fabricadas pela empresa Ecofrost S.A., os preços a serem praticados pela Ecofrost S.A. deveriam ser reajustados anualmente, com base na variação do HICP (Harmonized Index of Consumer Prices) da Europa e no preço futuro da batata in natura, publicado pelo sítio eletrônico do European Energy Exchange (EEX´s). (Seç.1, pág. 46)

 

DOU DE 07/11/2017

 LEGISLAÇÃO: Circular SECEX nº 60, de 06/11/2017.

Torna público que de acordo com o item C do Anexo I e com o item 3 do Anexo II da Resolução CAMEX nº 82/2017, que homologou compromisso de preços para amparar as importações brasileiras de ácido cítrico, citrato de sódio, citrato de potássio, citrato de cálcio e suas misturas, comumente classificados nos itens 2918.14.00 e 2918.15.00 da NCM, fabricado pelas empresas que relaciona, os preços de exportação CIF serão corrigidos trimestralmente com base na variação da média do preço nearby do açúcar nº 11 na Bolsa de Futuros de Nova Iorque (ICE), do trimestre imediatamente posterior ao último ajuste em relação ao trimestre imediatamente anterior ao referido ajuste, conforme fórmula de ajuste que menciona. (Seç.1, pág. 50) 

LEGISLAÇÃO: Circular SECEX nº 59, de 06/11/2017.

Torna público que se concluiu por uma determinação preliminar positiva de dumping e de dano à indústria doméstica dele decorrente, nas exportações para o Brasil de corpos moedores em ferro fundido e/ou aço ligado ao cromo, com percentual de cromo de 17,6 a 22 e diâmetro de 57 a 64 mm, percentual de cromo de 22 a 28 e diâmetro de 11 a 28 mm, e percentual de cromo de 28 a 32 e diâmetro de 22 a 35 mm, comumente classificadas no subitem 7325.91.00 da NCM, originárias da Índia. (Seç.1, págs. 39/50)

(English) Atualização – Listas de Substâncias Entorpecentes, Psicotrópicas, Precursoras e Outras sob Controle Especial

DOU DE 25/10/2017

LEGISLAÇÃO:   Resolução – RDC ANVISA nº 186, de 24/10/2017.

Dispõe sobre a atualização do Anexo I (Listas de Substâncias Entorpecentes, Psicotrópicas, Precursoras e Outras sob Controle Especial) da Portaria SVS/MS nº 344/1998 (republicação). (Seç.1, págs. 47/53)

SOL. CONSULTA AD TEMP – UTILIZAÇÃO ECONOMICA – VEDADA SUBLOCAÇÃO

DOU DE 25/10/2017

LEGISLAÇÃO: Solução de Consulta DISIT/SRRF/7ªRF nº 7.021, de 25/09/2017.

Informa que os bens e seus acessórios que ingressem no Brasil, em virtude da celebração de um contrato de arrendamento mercantil do tipo operacional, de aluguel ou de empréstimo, para posterior utilização na prestação de serviços a terceiros, no País, podem ser submetidos ao regime aduaneiro especial de admissão temporária para utilização econômica e podem aqui permanecer pelo prazo fixado no respectivo contrato, prorrogável na medida da extensão do prazo nele estabelecido. A prestação de serviços a terceiros deverá ser executada pelo próprio importador, não podendo haver a sublocação desses mesmos bens. (Seç.1, pág. 24)

LI / RE- TRATAMENTO ADM IMP/EXP

24/10/2017 – Notícia Siscomex Importação nº 0105/2017 – Informa que, a partir de 31/10/2017, as importações dos produtos classificados no Destaque 999 das NCM 4011.70.10 e 4011.70.90 deixarão de estar sujeitas ao regime de licenciamento não automático e passarão a estar sujeitas ao regime de licenciamento automático.

24/10/2017 – Notícia Siscomex Importação nº 0106/2017.

Informamos que, a partir do dia 25/10/2017, as importações dos produtos classificados no Destaque 004 da NCM 8413.70.80 deixarão de estar sujeitas ao regime de licenciamento não automático e passarão a estar sujeitas ao regime de licenciamento automático.

27/10/2017 – Notícia Siscomex Importação nº 0107/2017.

Informa que, a partir do dia 03/11/2017, as importações dos produtos classificados nos Destaques 001, 002, 003, 004 e 999 da NCM 7222.20.00 deixarão de estar sujeitas ao regime de licenciamento não automático e passarão a estar sujeitas ao regime de licenciamento automático.

27/10/2017 – Notícia Siscomex Exportação n° 0076/2017.

Informa que, a partir de 27/10/2017, será alterado o tratamento administrativo de exportação das NCM 2825.90.90; 2914.39.90; 2922.29.90; 2926.90.99; 2933.29.99; 2933.39.99; 2939.49.00; 2932.20.00; 2805.19.90; 2825.90.90.

 

quote

ENTRE EM CONTATO

Se você tem um projeto em potencial ou uma operação já montada e gostaria apenas de discutir ou simplesmente consultar, envie-nos um e-mail para: comercial@brasiliense.com.br ou, se preferir, utilize nosso formulário de contato abaixo




+55-19-2102-4700

Av. Mercedes Benz, 170, Distrito Industrial, Campinas SP, Brasil – CEP 13.054-750

brasiliense@brasiliense.com.br