ANVISA – SISTEMA INOPERANTE – ATRASOS

October 3rd, 2014 Posted by ANVISA-MS, NOTÍCIAS COMEX No Comment yet
SEGUE MENSAGEM RECEBIDA DO SINDICATO DOS DESPACHANTES DE SANTOS. RESSALTAMOS QUE HOUVE RELATOS DE PROBLEMAS TAMBEM NO SISTEMA DE GUARULHOS NESSA SEMANA, O QUE IMPEDIU PROTOCOLOS DE PROCESSOS E TAMBEM ENSEJOU ATRASO NOS PROCESSOS.
Sindicato dos Despachantes Aduaneiros de Santos e Região, através do seu Presidente Nívio Perez, e da 2° Secretária Edlaine de Oliveira Batista Barroso, reuniu-se ontem dia 01/10, com o chefe do Posto Fiscal da ANVISA em Santos, Dr.Francisco Chagas, tendo em vista os inúmeros problemas enfrentados pelos associados no que tange a demora na liberação das  LIs.
Para agravar o problema, desde segunda-feira dia 29, os sistema da ANVISA a nível Nacional está com problemas, devido a uma forte chuva ocorrida em Brasília na semana passada, que acarretou uma explosão no transformador e queima do  servidor central.
Ontem dia 01/10, o sistema ficou completamente inoperante, impactando diretamente o atendimento do setor regulado junto aos Postos no Brasil.
A Gerência de Tecnologia da ANVISA em Brasília está reparando o sistema, porém não há previsão para restabelecimento do mesmo.
O Sindicato já esteve no setor de protocolo do Posto e orientou que os escritórios mantenham contato com o SDAS para informações sobre o retorno do sistema, pois o Sindicato será avisado imediatamente ao retorno do sistema pelo Chefe do posto.
Neste momento é importante a ação de todos, portanto solicitamos orientar aos colegas que façam uso do canal de comunicação que disponibilizamos, evitando assim eventuais tumultos e aglomerações desnecessárias no Posto Portuário de Santos. O telefone para contato é 32298833 c/ Ivanildo.
No mais, com o retorno do sistema que hoje tem sido o maior problema enfrentado pelo chefe do Posto em Santos, por ser a nível Nacional, Dr.Chagas nos informou que está com cinco fiscais da  força tarefa, para que se consiga nos próximos dias  regularizar o passivo de processos e retomar as análises em um prazo máximo de cinco dias úteis, conforme estabelecido como meta pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária.
Em virtude dos problemas enfrentados pelo setor Regulado junto ao Órgão anuente ANVISA no que diz respeito ao prazo atual de análise, deferimento de Licenças e os impactos que estes causam aos processos de importações, bem como, o alto custo de armazenagem, energia elétrica (container reefers) e demurrage, o SDAS  está agendando uma nova ida à Brasília para apresentar às autoridades esta realidade e pedir providências imediatas, como alocar mais servidores para atender a demanda, suprindo as necessidades do Posto Portuário de Santos e disponibilizando ao Usuário um atendimento de qualidade.

Aproveitamos para informar que hoje o sistema foi  restabelecido, mas ainda está apresentando oscilação. 

The comments are closed.

Categories

Archives