Pirataria e carga tributária elevada são os principais vilões

April 8th, 2010 Posted by Uncategorized No Comment yet

Fonte: São Paulo.

A alta carga tributária e a pirataria são os grandes vilões que as empresas do setor de videogames precisam combater para avançar no mercado brasileiro. Com o desembarque oficial dos fabricantes de consoles e dos desenvolvedores de jogos, o mercado cinza já começa a ficar em desvantagem. Enquanto isso, a carga tributária parece um inimigo imbatível.

Na Câmara dos Deputados tramita desde 2007 o Projeto de Lei 300, que prevê a isenção fiscal para a fabricação de consoles no país. De autoria do deputado Carlito Merss (PT/SC) – com substitutivo de Gustavo Fruet (PSDB/PR) -, o projeto estende ao setor de jogos eletrônicos a redução de 80% do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) aos equipamentos fabricados no país sob o regime de Processo Produtivo Básico (PPB). O PL foi encaminhado à Comissão de Finanças e Tributos em julho de 2008 e desde agosto daquele ano aguarda parecer do relator, o deputado Antonio Palocci (PT/SP). Segundo a assessoria de imprensa do deputado, ele está buscando mais informações sobre o mercado e discutindo a isenção com o governo.

Nesta semana, a Tambor Digital, editora especializada na área de jogos, lançou uma campanha que tem como objetivo coletar um milhão de assinaturas por meio de um abaixo-assinado na internet. Com isso, pretende-se pressionar a aprovação do projeto. “A redução de imposto é a única coisa que o setor precisa? Não. Mas é um primeiro passo importante”, diz André Forastieri, diretor da Tambor.

De acordo com Milton Beck, diretor da área de games e entretenimento da Microsoft, o IPI é o tributo mais pesado que incide sobre os videogames que chegam ao Brasil. A alíquota é de 50%. “Poucos produtos têm tanta tributação quanto os videogames”, diz Beck.

Desde o lançamento do Xbox360 no Brasil, em 2006, a Microsoft vem constantemente baixando o preço do console, em virtude, principalmente, da valorização do real frente ao dólar. Em fevereiro, a companhia adotou uma postura agressiva de preços colocando no mercado uma versão de seu console a R$ 1.299. (GB)

The comments are closed.

Categories

Archives